quarta-feira, junho 22, 2016

Muitas pessoas passam pela nossa vida, mas são poucas as que permanecem!

Uma vez li algures: Muitas pessoas passam pela nossa vida, mas são poucas as que permanecem! (Guito Kryptonite) 


Nunca uma frase se aplicou tão bem a vida de alguém. Ninguém sabe o quanto eu adoro os meus amigos contudo, tenho a noção que sou um bocadinho "desligado". Não é por mal, de forma alguma, apenas não sou daquelas pessoas que pedem constantemente a atenção dos amigos. Confesso, que por vezes se não forem eles a mandarem uma mensagem ou fazerem um telefonema, eu simplesmente não digo nada também. Porque? Quem sabe... Sou mesmo assim... Não sou adepto do "Olá. Tudo Bem?" "Olá. Sim e contigo?" "Também." ...Procuro alguém quando preciso dessa pessoa, quando tenho algo importante para lhe dizer, ou quando sei que ela necessita de mim... não sou, de todo, pessoa para fazer de corpo presente! De certo que já perdi muitos amigos por ser assim, contudo, também já conservei alguns. E afinal de contas, os que são importantes ficam! Eu sei que eles estão lá para quando eu precisar deles e eles sabem que eu estou sempre aqui quando forem eles a precisar de mim.

5 comentários:

Logan disse...

Os meus verdadeiros amigos são pessoas que só vejo mesmo quando o rei faz anos... não acho que isso seja mau, por vezes eles lembram-se de mim, outras vezes lembro-me eu, acho que é assim que as amizades funcionam... É mais um daquelas campos em que gostámos sempre muito de nos guiar pelo comum das pessoas, esquecendo que cada caso é um caso...

Magg disse...

"ou quando sei que ela necessita de mim... não sou, de todo, pessoa para fazer de corpo presente! (...) Eu sei que eles estão lá para quando eu precisar deles e eles sabem que eu estou sempre aqui quando forem eles a precisar de mim."

Gostava de saber como é que ambos os lados saberão que o outro precisa de apoio se não houver o tal "olá tudo bem ?" ... mas de facto percebo-te bem, também já fui assim desligada sem saber bem porquê quando me perguntavam porque não existia maior contacto.
Este ano as coisas mudaram porque decidi ser mais próxima dos amigos sem a tal intrusão na vida deles e digo-te que a proximidade elevou a partilha a outro nível. O tal "olá tudo bem ?" deixou de ser supérfluo visto existir sempre algo a partilhar mesmo que seja a companhia sem a troca de palavras enquanto todos nos debruçamos sobre uma bela dose de sardinhas.
O Verão a isso convida :) .

No Limite do Oceano disse...

Eu sou desligado por natureza porque cresci assim e habituei-me a essa forma de vida, e quem não entende não há muito a fazer mas sinto que não nasci para ser um dos amigos dos copos de alguém.

Adolescente Gay disse...

Olá!

Que grande ausência, hein?! :)

Percebo o que dizes mas, sou "da opinião" que amigo é aquele que está ali, sempre presente. Mas lá está, é feitios! =)


Beijinhos e porta-te mal!! ;)

Super Funky disse...

Adolescente Gay verdade. Tenho andado bastante ocupado e sem grande tempo para a vida virtual...

Real Time Web Analytics